As Instituições Sociais

Tempo de leitura: 4 minutos

Definição no senso comum

instituições sociaisNo senso comum, uma instituição corresponde a um conjunto de valores, de normas sociais e de práticas comuns a um grupo de indivíduos. É um grupo que atribui papeis sociais aos membros. Geralmente, os sociólogos consideram que a família, a escola e as empresas são as instituições sociais mais determinantes na sociedade. Dependendo da cultura, as instituições têm mais ou menos influência na vida dos indivíduos. Por exemplo, a Igreja é mais determinante no Brasil que na França.

Quando estudei as instituições sociais na França, os professores quase não falavam da Igreja, comparado aos professores no Brasil. Então, a cultura tem uma forte relação com as instituições sociais.

Existe um grupo primário com os membros que têm links pessoais e duráveis (familia e amigos) e um grupo secundário com relações contratuais tendo um objetivo (empresas).

Definição segundo os sociólogos:

Segundo Max Weber, uma “instituição” é uma organização onde tem profissionais que têm uma autoridade legal racional sobre um grupo de individuo ou sobre a sociedade inteira. Segundo ele, o Estado ou a Igreja são instituições. Porém, uma facção não seria uma instituição porque a legitimidade dela é somente carismática.

Segundo Marcel Mauss e Paul Fauconnet, as instituições são um conjunto de atos ou de ideias, tudo já instituído, nas quais os indivíduos se deparam. Falar de “instituição”, segundo eles, corresponde a falar de uso, modos, preconceitos e superstições ou organizações jurídicas essenciais. Por exemplo, a linguagem seria uma instituição. Esses dois sociólogos definem este conceito de uma maneira próxima ao conceito de “fato social” de Emile Durkheim.

Para Talcott Parsons, uma instituição existe quando há interações entre os indivíduos nas quais os papeis de cada um são bastante duráveis para assegurar a estabilidade das relações.

As instituições sociais

Algumas instituições reivindicam o papel de socialização enquanto outras, não. Por exemplo, a familia, a escola e as Igrejas têm como objetivo explícito socializar os indivíduos.

curso de sociologia

Na familia, a criança aprende e integra os ritmos sociais (quando dormir, a que horas almoçar, jantar, etc.) e as primeiras regras sociais (estar sempre de banho tomado). A familia ensina a linguagem, uma maneira de falar. A criança entende o estatuto e o papel dele. Ela integra o que ela pode ou não pode fazer. Com a familia, ele recebe os primeiros atributos da identidade (um nome, um sobrenome, uma nacionalidade).

Na escola, a criança entra na coletividade. Ela não é mais a única porque têm outras crianças no universo dela. Ela se comunica com as outras. Esta criança vai integrar alguns valores (tais como o compartilhamento, o respeito). Também, ela vai aprender a ler, escrever e vai integrar conhecimento relativo ao português, aos matemáticos, à história, etc.

As Igrejas apoiam as famílias que querem uma cultura religiosa. Dependendo das religiões, elas impõem regras e normas sociais. Hoje, na França, o poder da religião é cada vez mais baixo.

Outras instituições (associações, amigos, Mídias) não têm esta função explicita de socializar os indivíduos.

As associações estão presentes na vida dos indivíduos desde criança até virarem idosos. Por exemplo, muitas crianças fazem parte de um clube de esporte ou de uma escola de música. Geralmente, os adultos fazem parte de partidos políticos ou sindicatos.
Os amigos começam a ter um papel na vida de um indivíduo desde criança. Eles permitem ter opiniões de outras pessoas, ter um tipo de modelo a seguir.

Com os amigos, o jovem vai experimentar alguns papeis sociais relativos ao mundo adulto (relação entre homens e mulheres, etc.).
As Mídias, (televisão, rádio, cinema, Internet) socializam os indivíduos mostrando modelos de comportamentos. Por exemplo, os comportamentos dos atores nas telenovelas podem ser exemplos a serem seguidos nas nossas vidas (caso venhamos gostamos do papel do ator).

As organizações profissionais (empresas e administrações) também fazem parte da socialização do indivíduo. Nesse ambiente profissional, o indivíduo tem de respeitar valores e normas próprias ao trabalho. Algumas empresas pedem ao trabalhador o respeito à cultura da empresa.

Então, chamo a atenção sobre o fato de que existem várias instituições sociais e todas não respeitam sempre os mesmos valores.

Possui alguma pergunta sobre este assunto?

curso online de sociologia

Pode perguntar (no campo dos comentários), será um prazer discutir o assunto com você!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Você gostou deste artigo?
Receba as novidades mais quentes sobre Sociologia em seu email! É GRATUITO.

Sobre Léa Mougeolle

Me chamo Léa Mougeolle e sou uma socióloga francesa que adora escrever e estudar sobre o Brasil. Me graduei na universidade de Bordeaux e finalizei meu mestrado em Paris, na universidade La Sorbonne Nouvelle. É um prazer poder compartilhar conhecimento com você!