Zygmunt Bauman e Facebook

Tempo de leitura: 4 minutos

O Brasil é o número 1 quando o assunto é usuários de redes sociais na Internet. Somos o país que mais acessa as redes na Internet. Por esse ser um assunto tão relevante em nosso país, Léa Mougeolle propôs que fosse o tema desse novo artigo.

Zygmunt Bauman, professor emérito de sociologia das universidades de Varsóvia e Leeds, foi a primeira pessoa em quem pensei como referência para esse texto sobre redes sociais na Internet.

 

O QUE BAUMAN TEM A VER COM AS REDES SOCIAIS?

Facebook e SociologiaNa verdade a idéia de utilizar Bauman nesse texto surgiu de uma entrevista dada por ele em que o Facebook e as amizades virtuais foram um dos assuntos tratados. Perguntei para Léa se ela achava uma boa referência e a resposta foi “Bauman é uma ótima referência”. Pergunta boba a minha claro, Bauman seria uma ótima referência, tanto para esse tema quanto para muitos outros.

Na entrevista citada acima, Bauman conta que um “viciado em Facebook”, se vangloriou para ele de ter, em um dia, feito 500 amigos. O sociólogo de 90 anos, nascido na Polônia, tinha na época 86 anos de idade, e sua resposta foi que, embora tivesse 86 anos, ele não tinha 500 amigos. E então ele explica aquilo que ele intitula de “Amizade Facebook”.

 

O QUE É A AMIZADE FACEBOOK PARA BAUMAN?

O sociólogo polonês explica que a amizade que ele fala, e a amizade que o “viciado em Facebook” descreve são diferentes. Não querem dizer a mesma coisa. A amizade que Bauman descreve como a que ele conhece é uma amizade ligada à convivência, pelo fato de nascermos em uma comunidade.

Já a “amizade Facebook” está ligada não a uma comunidade, mas sim a uma rede, que é marcada pela facilidade de conectar e desconectar. Ele explica, então, que esse tipo de amizade tem como maior atrativo a facilidade de se desconectar, de deixar de ser amigo de alguém simplesmente clicando em um botão. O que é impossível na amizade convencional, já que mesmo querendo deixar de ser amigo de alguém não há como fazer isso com tanta facilidade, não há como evitar de ver a pessoa “indesejada” na sua comunidade.

curso de sociologia

 

E O QUE OCORRE QUANDO DOIS INDIVÍDUOS DEIXAM DE SER AMIGOS?
Bauman explica que na amizade convencional, ou off-line, como ele mesmo apresenta, um rompimento de relações é sempre traumático. É preciso se desculpar, procurar ou até inventar desculpas, além de ver o desapontamento da outra pessoa pessoalmente. É algo complicado.

Na Amizade Facebook esse rompimento é mais fácil. Às vezes, muito mais fácil. A pessoa simplesmente deixa de ser amigo, exclui o outro individuo e passa a ignorar seus chamados. Pronto. Aí está a comprovação de que a questão da facilidade em se desconectar é o maior atrativo desse novo tipo de amizade. O viciado em Facebook, ao invés de 500 amigos terá 499, mas amanhã já terá 500 novamente, ou até mais.

 

QUAIS OUTRAS COISAS QUE ATRAEM AS PESSOAS PARA AS REDES SOCIAIS?

Manter contato com pessoas próximas que, fisicamente, não estão tão próximas assim, é o principal motivo das pessoas utilizarem as redes sociais. Esse é o lado bom dessa ferramenta. Poder conversar diariamente com quem está em outra cidade, estado ou até país.

Porém outro motivo do uso diário das redes sociais é a famosa “massagem no ego”, ou seja, demonstrar para os outros que sua vida é maravilhosa e que você é feliz todos os dias, ou alguém já viu uma pessoa postando só coisas tristes sobre si mesmo nas redes sociais?
Utilizar redes, independentemente de quais, é algo que faz parte do mundo contemporâneo. São ferramentas tecnológicas que vieram para ficar, o cuidado que deve ser tomado é com relação ao exagero do uso. Hoje em dia muitas pessoas nem lêem mais jornal, procurando se informar simplesmente pelo seu Facebook.

Com relação à amizade, Bauman demonstrou que existe uma falsa idéia de amigo nas redes sociais, um amigo que é diferente do real, diferente da pessoa com quem você convive. Fica a pergunta para os leitores: Qual tipo de amigo você valoriza mais? Aquele com quem você convive? Ou aquele com quem você pode desfazer a amizade com um simples toque no botão?

 

curso online de sociologia

Marcelo Matte

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Você gostou deste artigo?
Receba as novidades mais quentes sobre Sociologia em seu email! É GRATUITO.

Sobre Sociologia

Guilherme Scottá trabalha junto com a socióloga Léa Mougeolle para trazer os melhores textos relacionados à Sociologia para você!